Como enfrentar a Transição capilar

16:31

Que fofura! Que souber a quem dar o crédito avisa para gente postar.

Qualquer mudança de hábito causa um impacto em nossa rotina por mais simples que pareça. Você pode iniciar um trabalho novo ou deixar de roer as unhas por exemplo, mas ambas alterações na sua zona de conforto vão causar um estranhamento ou em você ou nas pessoas ao seu redor.

Isso acontece também na transição capilar. Confira nosso post que apresenta tudo o que você precisa saber sobre a transição capilar.

A transição, qualquer que seja ela, não é fácil. Mas ela não precisa ser dolorosa e angustiante. Isso é dar poder a um medo que na realidade é bem menor do que a sua atenção merece. Aí vão algumas dicas:

1. Resolvi deixar a química. Como vou lidar com duas texturas (uma parte lisa e minha parte natural na raiz)  diferentes? 

Opção A - Você pode radicalizar e cortar toda a a parte com química do cabelo, que é o chamado Big chop. Ou a opção B, é ir modelando seu cabelo com texturizações até que a parte natural esteja grande o suficiente para cortar. Não é um processo fácil. Quem usa a química há muito tempo vai sentir o impacto da transição quando a raiz do cabelo começar a dar o ar da graça.  Vai ser ótimo ver os primeiros cachinhos se formando, mas vai ser uma experiência  tensa ver o cabelo aumentando o volume. A ideia é se manter focada e esquecer o retoque. Não existe essa de dar química só para abaixar a raiz e abrir o cacho. Se você fizer isso vai jogar fora sua transição.  O processo é exatamente deixar de usar química para seu cabelo crescer natural. Respire fundo e recorra à texturização caso não se sinta pronta para o BC.
Essa lindeza fez o BC e se livrou das duas texturas!

2. Como fazer as texturizações?

Há alguns canais no YouTube de meninas ensinando diversas maneiras de texturizar dos cabelos, mas basicamente é aplicar um creme de sua preferência nos cabelos levemente umedecidos (bem leve para não dormir com ele molhado!) e prender em tranças, coquinhos ou entrelaçados para que quando acorde e solte seu cabelo ele pareça cacheado. Isso dá muito certo e pode ser feito todas as noites ou durar mais de dois dias. Aqui algumas sugestões de videos: 

Essa texturização salvou minha transição! Eu faço as tranças mais grossas, pois gosto do efeito mais ondulado.

3. O cabelo está frágil e quebradiço. O que eu faço? 

Calma em primeiro lugar. Os fios com química quebram muito, MUITO mesmo nessa fase. Primeiro porque você muda a rotina dos cuidados e depois em razão dos danos sofridos ao longo do uso de produtos transformadores da estrutura capilar. Lembre-se que é uma fase e tem produtos que aliados à uma alimentação saudável vão ajudar a evitar a queda. 
O fio danificado se torna poroso, elástico, frágil e ressecado ( aquele aspecto castigado). Então ao notar esses sintomas você deve começar a intensificar os cuidados.
Começar o Cronograma Capilar já é um grande passo ( confira esse post com a explicação sobre Cronograma Capilar e tudo o que você precisa saber sobre a transição). A parte com química do cabelo tende a enfraquecer depois que você para de usar os produtos que transformam a estrutura do fio. O cronograma capilar sugere que você possa hidratar, nutrir e reconstruir seu cabelo duas ou mais vezes na semana. A hidratação recompõe a água perdida pelo fio, a nutrição restaura o brilho e a reconstrução ( feita a cada 15 dias no início e 1 vez por mês quando o cabelo está mais forte) recupera o cabelo dos danos causados. Existem produtos baratos e acessíveis para todas as fases do cronograma e não existem regras que não possam ser adaptadas. Se você não puder investir muito tempo no cuidado com os fios vá fazendo o que puder. Na duvida consulte um dermatologista ou tricologista que o profissional poderá te indicar como tratar o problema. 
É assim que fica o fio agredido pela química. Que dó!
Clica para ampliar e conferir as dicas para fazer o cronograma capilar.

4. Minha família, amigos, namorado/marido, ou no trabalho  não aceitam minha transição. 

Lindeza, você precisa ser firme. E acima de tudo demonstrar sua autonomia. Você decide o que é feito de seu próprio corpo e quem te ama sabe o quanto se amar em primeiro lugar faz de você uma pessoa especial. Essa é a sua decisão e as pessoas devem entender que a escolha cabe somente à você. Caso contrário, suas decisões e opiniões nunca serão respeitadas. Converse carinhosamente com as pessoas e diga-lhes o quanto isso é importante para você. Na certa vão entender e até apoiar sua mudança. Caso não tenha apoio em casa, não deixe de contar com os diversos e crescentes grupos de meninas que estão em transição também nas redes sociais! Lá tem sempre meninas dispostas a ajudar e muito carinho! #ForçaCacheadaCrespa.


5. Auto estima está baixa. O cabelo não define e não tenho os "cachos dos sonhos".


O  amor próprio é a chave para seu coração encontrar a paz que precisa. Ame-se, abuse de penteados e acessórios, pesquise dicas para melhorar sua imagem, mas principalmente melhore sua relação consigo mesma. Muito, mas MUITO amor por você mesma e pela pessoa que você é. O que e visto por fora não é o que você é na totalidade. Você pode estar naquele dia que o cabelo acorda e não quer acordo contigo. Se você soltar um sorriso as coisas se ajeitam! 
Se a intolerância ao seu cabelo surgir no ambiente de trabalho, fique atenta. O diálogo é um ótimo caminho, mas observe. Se você for coagida, humilhada ou alvo de piadas, isso caracteriza assédio moral. Nesses casos, procure orientação jurídica.
Sobre o cabelo perfeito: Nada de sair de uma "escravidão" e entrar em outra. se antes a luta era o liso perfeito, agora não faz sentido entrar na onda dos cachos definidos tipo babyliss. Cabelos crespos e cacheados tem diversos tipos: anelados, enrolados, soltos, fechados e sem definição. O foco da transição não são os cachos. É o cabelo natural.
A modelo Carolina Prazeres e sua transição
A Diva Luciene Batalha, blogueira.

Tenha isso em mente e passe sua transição com um belo sorriso no rosto, mesmo naqueles dias que parece que o cabelo não quer atender aos seus carinhos. Transição passa, mas os ensinamentos que ela deixa ficam para a vida toda.
Beijocas, lindezas transinetes!

You Might Also Like

3 comentários

  1. Mão entendo muito de cabelo, mais minha colunista ingrid está fazendo esse cronograma capilar e cortou o cabelo bem curtinho para se livrar de vez da química...

    Blog Makeeando

    Grupo no Facebook - Super Blogueiras (Makeeando)

    Fan Page

    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é ótimo, Paulinha! caso ela precise de qualquer ajuda pode falar com a gente! A Amanda já concluiu a transição e eu estou na última fase! Beijocas.

      Excluir
  2. Oi Carol. A transição tem sido incrível pra mim. Decidi deixar as 2 texturas e estou fazendo texturização e cortando aos poucos. Meu cabeço está crescendo rápido, o que tem ajudado muito. Felizmente não penso em desistir e realmente estou disposta a assumir meus cachos. Logo logo devo fazer o BC, quero esperar crescer um pouco mais e só.

    Beijinhos no coração!
    http://barbaradoblog.com/

    ResponderExcluir


Deixe seu comentário, Lindeza!

Pinterest

Advertise

Os melhores links FEMININOS Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... GeraLinks - Agregador de links Colmeia: O melhor dos blogs