O Ato do Outubro Rosa

outubro 17, 2013

Nós mulheres acumulamos múltiplas funções ao longo da vida e nos preocupamos com cada detalhe de tudo. Ser mulher ultrapassa o gênero.  É uma construção de postura diante da vida, dos problemas e das estratégias para enfrentá-los e nesse processo muitas vezes nós nos esquecemos simplesmente de nos tocar, de conhecer nossos corpos, de analisarmos as mudanças...enfim. Está na hora de pensarmos sobre isso. Melhor ainda: Agirmos sobre isso.

Por essa razão, hoje as amigas do trabalho e eu protagonizamos um ato: O outubro Rosa. A ideia foi refletir sobre o Câncer de mama e seus impactos no universo feminino. E para tanto, simbolicamente, escolhemos roupas pretas para representar o luto pelas mulheres que partiram e as unhas rosas para que todas se percebam como sujeitos que podem e devem cuidar mais de si mesmas em meio à uma rotina estressante e cada vez mais agitada.

O ideal para a mulher é apostar nas medidas preventivas e ser acompanhada periodicamente por um mastologista a fim de tirar as dúvidas e realizar os exames necessários, tais como: ultrassonografia mamária, mamografia e caso necessário quando é encontrado um nódulo é feita a biopsia do material coletado. No caso de um diagnóstico positivo para malignidade são indicados tratamentos adequados. As chances de cura são altíssimas quanto mais precocemente o câncer é diagnosticado.

Vamos começar a nos cuidar cada vez mais cedo, orientar nossas amigas, familiares e vencer o tabu que sempre ronda o diálogo sobre o Câncer. Nesse caso a comunicação é nossa maior estratégia de combate à um mal silencioso e letal que pode ser enfrentado com esperança e eficiência nos dias de hoje. E o autoexame é o primeiro passo para estabelecermos uma relação saudável com nossos corpos.


Mobilizem-se e deem o recado:

Arte: Malú Gomez



You Might Also Like

0 comentários


Deixe seu comentário, Lindeza!

Twitter

Acompanhe por E-mail