Mix de Tendências: A moda nas Ruas - Parte 1

janeiro 06, 2013


O surgimento das chamadas “tendências” (Trends) em um curto espaço de tempo e como elas se misturam em uma velocidade surpreendente faz com que a moda seja sempre algo fascinante e assustador. Nas ruas a mistura é bem visível: os acessórios e roupas complementam-se e expressam a personalização que a moda dita nas passarelas. Essa talvez seja a principal característica da moda em minha opinião, pois a ideia de padronização rompe com a de individualidade das pessoas e recria o que é chamado “trend”, ou seja, criar o próprio estilo. Contraditório e paradoxal: A moda dita uma tendência e ao desconstruir essa tendência você estará criando seu estilo.
Outra característica da moda é a releitura do que já foi pop em algum outro período. A influência da moda dos anos 70’s e 80’s têm sido vista nas ruas e passarelas com intensidade para o verão 2013.  Algumas peças já invadiram o vestuário das pessoas como foi visto com a moda “Rocker” (inspirada no movimento Rock’N’Roll) e depois a moda do “caveirismo” na qual as  caveiras ganharam popularidade e versões glitterizadas e românticas até. E a moda foi progredindo até as tachas e spikes difundidas pelo movimento Punk ao redor do mundo. O mais interessante disso tudo é que os especialistas em moda atentaram para o modo particular de se vestir das subculturas e acabaram popularizando os símbolos e ícones dessas culturas. Isso não deve ter agradado muito a galera Rocker e Punk, mas com certeza abre uma porta para que diminua a descriminação com o estilo. Enfim, é um assunto delicado e polêmico!
Bom, o uso de tachas/spikes sempre foi visto como um grito de rebeldia e logicamente a tendência surgiu com uma nova roupagem fazendo apenas uma homenagem ao Rock’N’Roll.
O importante para seguir esse mix de tendências é só dosar a mistura para não ficar sobrecarregado, ou como dizem os fashionistas: para não ficar “over”.

Vestuário em couro, jeans e tachas/spikes:








Sapatos com tachas e spikes:







 Caveiras por todos os lados e o mix das tendencias "Caveirismo" e "Rocker"














No fim das contas a interpretação pessoal é que vai ser o divisor de águas para que você esteja ou não seguindo uma tendência. Particularmente, eu aderi à ideia de me sentir bem. Manter-se informada sobre o que acontece ao redor de nós é legal, mas não sou daquelas que comete sacrifícios só para estar na moda ou que esquece o bom senso para estar em alta. Sempre uso o que gosto, o fica bem em mim e valoriza meu corpo e acima de tudo minha personalidade. E acredito que seja assim com todas vocês. Esse assunto ainda rende mais resenhas e vamos retomá-lo em breve!
E vocês? O que acham dessa velocidade da moda em ditar tendências?

Beijocas, Lindezas!

You Might Also Like

0 comentários


Deixe seu comentário, Lindeza!

Twitter

Acompanhe por E-mail